Ver perfil

Dois dedos de prosa - Edição Nº12

Dois dedos de prosa
Dois dedos de prosa - Edição Nº12
Por Dra. Carla Vorsatz • Edição Nº12 • Ver na web
Olá, no boletim dessa semana escolhi esses temas para conversar com vocês:
  • Hemoglobina glicada ou glicosilada?
  • Dica de leitura
  • Semiologia oftalmológica com glossário
  • #Hojetempostediting: Blood-brain barrier
  • #SOStraduçãomédica: Paired serum samples
  • Grupo TRES: Plexo coroide
  • Libro Rojo edição brasileira: Fullness
Se tiverem algum comentário não deixem de falar comigo.
Boa leitura!

Hemoglobina glicada ou glicosilada?
Os níveis da hemoglobina glicada são um dos principais parâmetros de diagnóstico e acompanhamento da eficácia terapêutica nos casos de diabetes mellitus* tipo 2. Também conhecida pelas siglas HbA1c e, mais recentemente, apenas A1c. É recomendável escrever hemoglobina glicada (HbA1c) na primeira vez que o termo aparece no texto, assim, por extenso e seguida da sigla entre parênteses; a partir daí pode usar somente a sigla.
Entretanto, os textos médicos estão repletos da denominação hemoglobina glicosilada, usada como se fosse sinônimo perfeito de hemoglobina glicada, inclusive nos textos originais inglês (glycosylated hemoglobin). Não é.
A glicação e a glicosilação são dois processos bioquímicos diferentes:
  • Glicação: ligação covalente de um carboidrato a uma proteína ou a um lipidio; não é um processo enzimático. Ocorre principalmente na corrente sanguínea com a glicose, a frutose e a galactose. A glicação é um processo irreversível e diretamente proporcional à exposição da hemoglobina à glicose no sangue.
  • Glicosilação: é um processo enzimático de ligação de um carboidrato a proteínas ou lipídios, dependente de ATP. Ocorre principalmente no compartimento intracelular. A glicosilação é um processo reversível.
  • HbA1c: em termos bioquímicos, a glicose reage com as cadeias β da hemoglobina do tipo A (α2β2). Na designação hemoglobina A1c, o “c” representa a fração da hemoglobina glicada separada do restante da hemoglobina que não sofreu glicação.
Então, o termo correto é hemoglobina glicada.
*A Sociedade Brasileira de Endocrinologia determinou que o nome oficial da doença é diabetes mellitus (em latim), embora a forma diabetes melito seja vernacular. Quem optar por usar a recomendação da SBE deve lembrar de colocar o nome da doença em itálico, pois na língua portuguesa todo vocábulo em língua estrangeira deve ser grafado em itálico.
Dica de leitura
Semiologia oftalmológica por Maria de Lourdes Veronese Rodrigues. Simpósio: Semiologia Especializada, Medicina, Ribeirão Preto, 29: 54-60, jan./mar. 1996
Texto médico sobre semiologia oftalmológica; no final tem um Apêndice de Vocabulário Oftalmológico elaborado por Maria de Lourdes Veronese Rodrigues, em colaboração com Paulo Schor e Thomaz Rodolpho Júni, com cerca de 120 termos oftalmológicos e suas definições. Precioso!
#Hojetempostediting
Blood–brain barrier é a barreira hematoencefálica.
A barreira hematoencefálica é uma estrutura semipermeável, altamente seletiva, que protege o sistema nervoso central das substâncias potencialmente neurotóxicas presentes no sangue.
Lembrando que o sistema nervoso central está contido em um arcabouço ósseo (crânio e coluna vertebral), banhado em um líquido (liquor) envolto em membranas (as meninges) para sua proteção.
O sistema nervoso central (Central Nervous System, CNS) constitui um compartimento praticamente isolado do corpo humano.
As trocas metabólicas com o resto do organismo se fazem justamente através da barreira hematoencefálica.
Por pressão do inglês encontra-se cada vez mais nos textos médicos o termo líquido cefalorraquidiano que, por conter muito mais sílabas acaba virando um sigla, tão cara aos anglófonos e aos anglófilos: LCR (em inglês Cerebralspinal Fluid ou CSF).
Classicamente em português o termo é liquor, com a facilidade de só ter duas sílabas e prescindir de siglas. E não tem acento, apesar do “in"corretor do MSWord insistir em indicar a colocação do acento agudo na letra "i”.
O procedimento para a coleta do liquor é a punção lombar (lumbar puncture ou spinal tap); no Brasil só pode ser feito pelo médico — em geral infectologista, neurologista, anestesista, emergencista ou intensivista.
#SOStraduçãomédica
Atualização da postagem de 03/07/2020
Atualização da postagem de 03/07/2020
Amostras de soro pareadas ou amostras séricas pareadas; também chamada de sorologia pareada.
O soro (inglês serum no singular, sera no plural) é o componente líquido do sangue após a retirada dos elementos figurados (eritrócitos ou hemácias, leucócitos e plaquetas).
O plasma é o componente líquido do sangue no qual as células estão em suspensão.
O soro contém anticorpos e nas doenças infecciosas nas quais o sistema imunitário monta uma resposta — ou seja, produz anticorpos — são coletadas duas amostras de soro: uma no início da doença (primeiros dias) e outra entre 7 e 15 dias depois para comparar os títulos dos diferentes anticorpos presentes em cada amostra.
Estas são as chamadas amostras pareadas (feitas aos pares).
Pelo tipo de anticorpo encontrado e pelos títulos pode-se saber se é doença passada, aguda ou em fase de remissão e qual é o agente etiológico.
Grupo TRES - Línguas portuguesas
Postagem feita em  28/06/2021 no Grupo TRES
Postagem feita em 28/06/2021 no Grupo TRES
Por Henry Vandyke Carter - Henry Gray (1918) Anatomy of the Human Body, p. 841
Por Henry Vandyke Carter - Henry Gray (1918) Anatomy of the Human Body, p. 841
Vem aí a edição brasileira...
Vem aí a edição brasileira...
... do Libro Rojo de Fernando A. Navarro
... do Libro Rojo de Fernando A. Navarro
Obrigada e até a próxima!
Curtiu essa edição?
Dra. Carla Vorsatz

Comentários semanais sobre assuntos relacionados com a tradução médica do inglês para o português, links para o glossário, dicas de leitura, material de referência para tradutores e contato do grupo sobre linguagem médica. Tudo gratuito.

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Dra. Carla Vorsatz via Revue.
XSTZ Medical Texts | Textos Médicos — Av. Pasteur 110/7o andar | Botafogo | CEP 22290-240 | Rio de Janeiro, RJ|