Dois dedos de prosa

Por Dra. Carla Vorsatz

Dois dedos de prosa

#9・
12

edições

Dois dedos de prosa
Dois dedos de prosa
Por Dra. Carla Vorsatz • Edição Nº9 • Ver na web
Olá, com nosso nono boletim chega uma grande novidade: vamos publicar semanalmente uma entrada da edição brasileira do Libro rojo — Diccionario de dudas y dificultades de traducción del inglés médico (3.ª edición), do Dr. Fernando A. Navarro.
O Libro Rojo, na Espanha também chamado simplesmente de “o Navarro” é um dicionário feito por um conhecido médico e tradutor médico, escritor, linguista e lexicógrafo espanhol desde 2000, quando publicou sua primeira edição pela editora McGraw-Hill.

Primeira edição do Libro Rojo
Primeira edição do Libro Rojo
Aliás, a origem do nome Libro Rojo (livro vermelho) é exatamente a capa desta edição: como o título do livro é muito extenso, os leitores começaram se referir ao livro pela cor da capa.
Navarro se mantém fiel à vocação original do seu léxico, a de auxiliar o tradutor médico diante das armadilhas e dificuldades específicas do seu ofício.
Para isso criou um dicionário muito peculiar, que além de identificar as armadilhas e explicar sua origem, indica o que não deve ser usado ao traduzir e sugere as melhores opções.
O Libro Rojo teve uma segunda edição em 2005 ainda pela McGraw-Hill.
Mas para a terceira edição de 2013 Navarro inovou novamente: decidiu fazer o dicionário exclusivamente on-line. Isso facilita muito sua consulta, sua atualização e a inevitável correção de eventuais erros de tipografia, etc., com a colaboração dos leitores.
Para isso criou o site Cosnautas, projeto inteiramente dedicado à tradução médica, com muitos recursos valiosos para os tradutores.
Em breve a bandeira brasileira vai se juntar à espanhola e à inglesa
Em breve a bandeira brasileira vai se juntar à espanhola e à inglesa
Em 2020 Navarro decidiu que chegara a hora de fazer uma edição brasileira do Libro Rojo e eu tive a honra de ser escolhida para a tarefa.
Não se trata propriamente de uma tradução: é uma obra derivada.
A estrutura, naturalmente, é a do Libro Rojo, e todo material que possa ser traduzido e aproveitado na edição brasileira é mantido fiel ao original. Mas as especificidades do nosso idioma, bem como de nossa cultura médica e tradutória, se introduzem e configuram uma obra distinta: irmanada, porém refletindo a nossa brasilidade.
A partir de agora vocês poderão acompanhar entradas da futura edição brasileira.
Libro Rojo - edição brasileira
#SOStraduçãomédica
Blog da série #SOStraduçãomédica 
A sigla da velocidade de hemossedimentação muda de gênero na linguagem falada e vira “o VHS”, o que não está correto, porém é muito comum. O correto é dizer “a VHS”, posto que estamos falando da velocidade. Convém tomar cuidado com essa armadilha na linguagem escrita.
E os intérpretes na linguagem falada.
É um exame comum e muito útil para o diagnóstico de processos inflamatórios.
O procedimento é feito pela determinação da velocidade da separação dos eritrócitos ou hemácias (ou “glóbulos vermelhos” na linguagem leiga) por ação da gravidade após uma hora.
Na prática é deixar um tubo graduado padronizado contendo uma quantidade de sangue predeterminada em cima da bancada em temperatura ambiente durante uma hora, e a seguir registrar o limite da separação do sedimento do plasma (elementos figurados e da fase líquida do sangue).
O resultado é registrado em milímetros por hora (mm/h) e comparado aos valores de referência.
Hoje tem #postediting :: XSTZ
Red cell count, traduzido pelas MT como “contagem de células vermelhas”, “contagem de glóbulos vermelhos” ou coisas no gênero, encontra uma tradução melhor no termo hematimetria. Pode-se também usar “contagem de”, mas de eritrócitos ou hemácias.
Dicas de leitura
Hoje a dica é a edição especial 2020 Traduzir a Epidemia dos Cadernos de Tradução do Instituto de Letras da UFRGS.
Um primor!
Grupo TRES - línguas portuguesas
Grupo de Tradutores e Revisores Especializados em Saúde
Grande abraço!
Carla Vorsatz
Curtiu essa edição?
Dra. Carla Vorsatz

Comentários semanais sobre assuntos relacionados com a tradução médica do inglês para o português, links para o glossário, dicas de leitura, material de referência para tradutores e contato do grupo sobre linguagem médica. Tudo gratuito.

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Dra. Carla Vorsatz via Revue.
XSTZ Medical Texts | Textos Médicos — Av. Pasteur 110/7o andar | Botafogo | CEP 22290-240 | Rio de Janeiro, RJ|