Dois dedos de prosa

Por Dra. Carla Vorsatz

Dois dedos de prosa

#9・
12

edições

Assine minha lista

By subscribing, you agree with Revue’s Termos de Uso and Política de Privacidade and understand that Dois dedos de prosa will receive your email address.

Dois dedos de prosa
Dois dedos de prosa
Por Dra. Carla Vorsatz • Edição Nº9 • Ver na web
Olá, com nosso nono boletim chega uma grande novidade: vamos publicar semanalmente uma entrada da edição brasileira do Libro rojo — Diccionario de dudas y dificultades de traducción del inglés médico (3.ª edición), do Dr. Fernando A. Navarro.
O Libro Rojo, na Espanha também chamado simplesmente de “o Navarro” é um dicionário feito por um conhecido médico e tradutor médico, escritor, linguista e lexicógrafo espanhol desde 2000, quando publicou sua primeira edição pela editora McGraw-Hill.

Primeira edição do Libro Rojo
Primeira edição do Libro Rojo
Aliás, a origem do nome Libro Rojo (livro vermelho) é exatamente a capa desta edição: como o título do livro é muito extenso, os leitores começaram se referir ao livro pela cor da capa.
Navarro se mantém fiel à vocação original do seu léxico, a de auxiliar o tradutor médico diante das armadilhas e dificuldades específicas do seu ofício.
Para isso criou um dicionário muito peculiar, que além de identificar as armadilhas e explicar sua origem, indica o que não deve ser usado ao traduzir e sugere as melhores opções.
O Libro Rojo teve uma segunda edição em 2005 ainda pela McGraw-Hill.
Mas para a terceira edição de 2013 Navarro inovou novamente: decidiu fazer o dicionário exclusivamente on-line. Isso facilita muito sua consulta, sua atualização e a inevitável correção de eventuais erros de tipografia, etc., com a colaboração dos leitores.
Para isso criou o site Cosnautas, projeto inteiramente dedicado à tradução médica, com muitos recursos valiosos para os tradutores.
Em breve a bandeira brasileira vai se juntar à espanhola e à inglesa
Em breve a bandeira brasileira vai se juntar à espanhola e à inglesa
Em 2020 Navarro decidiu que chegara a hora de fazer uma edição brasileira do Libro Rojo e eu tive a honra de ser escolhida para a tarefa.
Não se trata propriamente de uma tradução: é uma obra derivada.
A estrutura, naturalmente, é a do Libro Rojo, e todo material que possa ser traduzido e aproveitado na edição brasileira é mantido fiel ao original. Mas as especificidades do nosso idioma, bem como de nossa cultura médica e tradutória, se introduzem e configuram uma obra distinta: irmanada, porém refletindo a nossa brasilidade.
A partir de agora vocês poderão acompanhar entradas da futura edição brasileira.
Libro Rojo - edição brasileira
#SOStraduçãomédica
Blog da série #SOStraduçãomédica 
A sigla da velocidade de hemossedimentação muda de gênero na linguagem falada e vira “o VHS”, o que não está correto, porém é muito comum. O correto é dizer “a VHS”, posto que estamos falando da velocidade. Convém tomar cuidado com essa armadilha na linguagem escrita.
E os intérpretes na linguagem falada.
É um exame comum e muito útil para o diagnóstico de processos inflamatórios.
O procedimento é feito pela determinação da velocidade da separação dos eritrócitos ou hemácias (ou “glóbulos vermelhos” na linguagem leiga) por ação da gravidade após uma hora.
Na prática é deixar um tubo graduado padronizado contendo uma quantidade de sangue predeterminada em cima da bancada em temperatura ambiente durante uma hora, e a seguir registrar o limite da separação do sedimento do plasma (elementos figurados e da fase líquida do sangue).
O resultado é registrado em milímetros por hora (mm/h) e comparado aos valores de referência.
Hoje tem #postediting :: XSTZ
Red cell count, traduzido pelas MT como “contagem de células vermelhas”, “contagem de glóbulos vermelhos” ou coisas no gênero, encontra uma tradução melhor no termo hematimetria. Pode-se também usar “contagem de”, mas de eritrócitos ou hemácias.
Dicas de leitura
Hoje a dica é a edição especial 2020 Traduzir a Epidemia dos Cadernos de Tradução do Instituto de Letras da UFRGS.
Um primor!
Grupo TRES - línguas portuguesas
Grupo de Tradutores e Revisores Especializados em Saúde
Grande abraço!
Carla Vorsatz
Curtiu essa edição?
Dra. Carla Vorsatz

Comentários semanais sobre assuntos relacionados com a tradução médica do inglês para o português, links para o glossário, dicas de leitura, material de referência para tradutores e contato do grupo sobre linguagem médica. Tudo gratuito.

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Dra. Carla Vorsatz via Revue.
XSTZ Medical Texts | Textos Médicos — Av. Pasteur 110/7o andar | Botafogo | CEP 22290-240 | Rio de Janeiro, RJ|