Ver perfil

#00 - PONTE - Newsletter

#00 - PONTE - Newsletter
Por Ponte News • Edição Nº1 • Ver na web
A PONTE quer alavancar a comunicação entre o pessoal de negócios com os times de tecnologia. 5min de leitura e muita reflexão com conteúdo gratuito para ajudar você nesta formação
É com muito orgulho e honra que estamos lançando nossa newsletter quinzenal para ajudar você no desenvolvimento de sua vida e de sua carreira com foco na sua Comunicação: com pares, com times, com líderes e com você.
Time porquesim.org

1. Você <-> Você - Phrase Phantástica
Comunicar envolve três aspectos: seu ouvinte, sua mensagem e você. Pense no seu ouvinte e adeque sua mensagem (forma e conteúdo) e lembre-se que você é apenas um dos pilares. Procure sempre pensar nos outros dois. São 3 pilares para uma comunicação eficiente e positiva. Pratique pensar 30segundos antes de se comunicar com outro (s) sobre isso. Ter consciência sobre seus atos é um exercício constante.
2. Negócios <-> Tecnologia - Interdependência
São dois mundos? São duas culturas? Por que que existe tanta metodologia e tanto treinamento, com tantas surpresas e entregas sofríveis? Vamos deixar claro que um depende do outro, senso comum certo? Mas não são somente reuniões ou squads mistas. E também não são só ferramentas, conceitos ou palavras. Trata-se de entender os modelos mentais envolvidos frutos de cultura e valores específicos e saber se comunicar neste ambiente.
O primeiro passo é entender e reconhecer a importância de tecnologia para negócios e vice-versa.
Na próxima PONTE, começaremos a abordar modelos mentais e discutir comunicação eficiente e positiva.
Veja abaixo, alguns textos que detalham esta interdependência.
3. Gestor <-> Time - Inspire-se
Feedback na prática - mais do que uma palavra, feedback exige habilidade em comunicação. Seja porque estamos falando ou porque estamos ouvindo, os assuntos tratados em uma reunião de feedback são sensíveis e difíceis em nossa cultura latina. Exige uma postura “humilde” para ouvirmos e uma consciência estruturada para falarmos. Na vida pessoal, recebemos feedbacks constantes de nossa família (você não acha que deveria visitar mais sua família? você não acha que deveria dar mais atenção para fulano? - feedbacks para você e seu comportamento), de nossos amigos (abre o bolso! melhor malhar hein? - mais feedbacks sobre nossa vida) e de nossos relacionamentos (melhor nem entrar em exemplos por aqui rsrs…).
Pois é… na vida profissional, também existe e deve ser praticado. Porém, por ser um ambiente profissional (onde temos responsabilidades, metas, times etc), o feedback é mais estruturado e com contexto e planos de ações. Deve ser sempre objetivo e nunca subjetivo. Peça e dê feedbacks de forma recorrente na sua vida. Feedback verdadeiro é a percepção que alguém está tendo de você e está te dando dicas de como melhorar. 
Negócios: peça feedback se seu direcionamento está sendo entendido como você imaginou; sua postura ao se comunicar está sendo clara para as equipes que desenvolvem e implantam?
Tecnologia: peça feedback se suas entregas são assertivas e estão dentro do que você imaginou quando finalizou; sua documentação e explicações são comunicadas de forma que todos de fato estejam entendendo?
Negócios e Tecnologia: usem os 3 pilares da comunicação; documentem e lembrem-se de que não existem perguntas idiotas, desde que embasadas e com um objetivo
Veja na prática, como esta simples ferramenta faz parte do modelo mental de um dos líderes mais admirados no mercado.
Feedback como ferramenta de Comunicação e Crescimento
4. Comunique-se
Difícil falar de assuntos difíceis - assim como em nossas relações pessoais, temos dificuldade em tocar e falar de assuntos “difíceis” com outras pessoas profissionalmente. Se já é uma conversa difícil de termos como nós mesmos envolvendo temas “difíceis” e de que geralmente não gostamos de falar, imagina falar com os outros… Nossa cultura latina e evolução como sociedade fruto de uma colonização por exploração, impactam profundamente em nossa habilidade de separar temas e pessoas e acabamos misturando tudo (basta olhar nossa cultura de idolatria e vilania no futebol ou no youtube ou em qualquer mídia social).
Qual a consequência disso? Qual foi a última vez que você sentou com seus pares, seu time, seu chefe ou sua família e teve uma discussão sobre um assunto difícil e que teve um resultado prático? Assuntos difíceis no meio corporativo são necessários para manter sempre uma cultura colaborativa pois evita retrabalhos futuros, agendas ocultas, panelinhas etc. E não se esqueça de que feedback também inclui assuntos difíceis… Adeque a forma e conteúdo (mensagem) ao seu ouvinte para tratar de assuntos difíceis com objetividade, e mais: com algum resultado prático oriundo desta conversa.
Negócios: é difícil alinhar expectativas entre as próprias áreas de negócios sem impactar entregas e priorizações em tecnologia. Falar sobre isso pode envolver agendas e objetivos diferentes, mas não falar é somente postergar de forma exponencial o trabalho que vai dar. As áreas que desenvolvem e implantam percebem quando ainda existem pontos soltos entre os times de negócios.
Tecnologia: é difícil aplicar a dosagem de dedicação de tempo certa entre precisar fazer e gostar de desenvolver. Falar abertamente sobre isso com pares ou times ou com o espelho é evitar frustrações futuras de entregas ou noites mal dormidas codando. Por exemplo, é difícil manter o clima e cultura de um time e motivação dos indivíduos quando “reviews” ou “lessons learned” são apenas para cumprir tabela.
Negócios e Tecnologia: não falar sobre assuntos difíceis é uma das armadilhas para criar um clima de “nós” contra “eles”…
Veja abaixo mais exemplos e dicas de uma pessoa que é reconhecidamente um profissional de tecnologia que abraçou negócios, com habilidade em comunicação.
Falar sobre 'Assuntos Difíceis'
5. Sessão Retrô - Estudando o passado para entender o presente e se preparar para o futuro
Teoria dos Gargalos - no livro A Meta, Eliyahu Moshe Goldratt mostra de forma “historinha” sua teoria das restrições. Em um processo, fluxo, block chain, cadeia produtiva etc, o elo ou etapa mais lenta determina o ritmo de todos. Ou seja, em uma fila de crianças quem dita o ritmo da fila é a criança mais lenta. Para não causar uma fila com buracos ou “bagunçada”, a criança mais devagar deve ficar na frente. Se ela ficar no meio, cria-se um buraco na fila. Se ela ficar no final, será a “retardatária”. Óbvio? Mas sua squad ou seu time tem noção disso nos plannings, retros e backlogs? Seus chefes? Seus pares? A produtividade e entrega de resultados de você ou do seu time vai ser impactada pelo elemento mais crítico: identifique e saiba gestionar “sua criança retardatária da fila de crianças” com comunicação adequada a todos os envolvidos.
Negócios: pensar e ter entendimento disso na jornada de seu cliente auxilia na comunicação adequada aos responsáveis de cada etapa deste ecossistema. Usando sempre os 3 pilares, sua comunicação vai ser mais eficiente pois tratará dos temas que precisa, com as pessoas corretas, com um entendimento maior do todo para resultar em ações eficientes e alinhadas.
Tecnologia: gargalos, impedimentos, loopings… ter uma visão e entendimento do todo vai ajudar você, seu time e seus pares na priorização e discussões de plannings e backlogs. E também na comunicação para melhor entendimento de outras áreas sobre seus desafios, impedimentos ou necessidade de maiores detalhamentos e regras.
Negócios e Tecnologia: “gargalo” pode ser tempo, orçamento, pessoas, informações, arquitetura, mercado etc saber identificar e comunicar gargalos ajuda a construir uma atuação preventiva e não pastelaria reativa de resolução de problemas e entregas.
A Meta - Teoria dos Gargalos
6. Inspire Outros
Horas da Vida - saiba que você pode ajudar ONGs mesmo que seja de forma não financeira. Tempo e conhecimento também são fundamentais para quem precisa de ajuda.  
Seja um Voluntário | Horas da Vida
Alexandre Hatae - CEO porquesim.org
Alex Hatae
Curtiu essa edição?
Ponte News

Existimos para alavancar a PONTE entre tecnologia e negócios via newsletter quinzenal com conteúdo de 5min para ajudar na comunicação positiva entre as pessoas envolvidas.

Você com você, gestores com times, pessoas com pessoas.

Inscreva-se e indique-nos ajudando a fomentar o conhecimento neste ecossistema!!!

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Ponte News via Revue.
porquesim.org