View profile

coisas estranhas # -97

moreno [newsletter]
coisas estranhas # -97
By moreno [newsletter] • Issue #4 • View online

Dia dos pais
esse é meu pai assistindo jogo do vasco
meu pai sempre me disse: filho, não deixe seus sonhos serem somente sonhos
meu pai é o macgyver. esse é o canal dele no youtube
o pokemon preferido do meu pai
alguns tuítes do #MeuPaiNãoSabeMas
artigo maravilhoso explicando como a neurose dos pais sobre segurança acabou com a independência dos filhos: The overprotected kid
O espetáculo mais triste da Terra
Toda vez que lembro do Ivo Pitanguy lembro do Circo de Niterói lembro do Gentileza. Já explico.
Morrer durante a olimpíada é péssimo negócio pra reverências póstumas. Vi pouquíssimas menções ao Ivo Pitanguy nas minhas timelines. Contraditório que nós brasileiros estivéssemos super empolgados com a cerimônia de abertura e sedentos por reconhecimento mundial, forçando aquela barra de nós como ideologia alternativa para o mundo, enquanto o New York Times, Guardian e diversos outros veículos já colocavam Pelé no lugar mais alto do podium, Carmen Miranda com a prata e Pitanguy com o bronze. O Pitanguy pros gringos é pica [ver nota 1]. 
Todos os obituários que li [ver nota 2] enfatizaram que, em uma era pré Extreme Makeover, o marketing pessoal do Pitanguy às vezes passava por cima da sua habilidade cirúrgica. Esse é o mesmo tom, importante porém controverso, do Pitanguy personagem no incêndio do circo em Niterói, relatado no livraço O espetáculo mais triste da Terra. LEIAM ESSE LIVRO.
“Às vésperas do Natal de 1961, um incêndio de grandes proporções atingiu o Gran Circo Norte-Americano, em Niterói, então capital do Estado do Rio de Janeiro. As primeiras informações que chegavam pelo rádio davam conta de que centenas de pessoas haviam ficado feridas na tragédia. Sem saber as reais dimensões do desastre, um jovem cirurgião plástico pegou seu barco e atravessou a baía de Guanabara (ainda não existia a ponte Rio-Niterói) para ajudar as vítimas. Aos 35 anos, Ivo Pitanguy estava diante daquele que seria o maior desafio de sua elogiada carreira.”
O saldo final tragédia foi de mais de 500 mortos, 500!, cerca de 600 feridos e 120 mutilados. O livro é uma coisa emocionante, repleto de tristeza e heróis. Vale demais a leitura: O espetáculo mais triste da terra, mauro ventura, companhia das letras
Outro grande personagem real relatado no livro é o profeta Gentileza. Foi a partir do incêndio em Niterói que surgiu a lenda urbana que Gentileza teria virado profeta ao perder a família no incêndio. Pra quem não é do Rio, o maravilhoso José Datrino era dono de um frete no bairro de Guadalupe, soube da tragédia dias depois e viu nela um sinal divino. Largou a família para revelar ao mundo que a porra toda estava perdida. Seus sermões, nos quatro anos em que morou no terreno onde o circo pegou fogo, foram alento para parentes das vítimas. O profeta virou mito. É dele aqueles painéis “Gentileza gera gentileza” que ficam na entrada da cidade, próximos do terminal rodoviário. Em 56 pilastras Gentileza preencheu escritos sobre o mal-estar da civilização.
adoro a tipografia e o amorrr
adoro a tipografia e o amorrr
O livro urbano de Gentileza é tombado pelo patrimônio histórico e vem sendo constantemente vandalizado/restaurado. Mas todos os escritos já foram catalogados e organizados em livro. Dá pra visualizar todas as mensagens e tipografia no Museu Virtual Gentileza.
“Capeta vem de origem capital.
É o vil metal
Faz o diabo, demônio marginal.
Por esse motivo, a humanidade vive mal.
Mal de situação,
mau de maldade,
porque o capitalismo é falsidade,
o pranto de toda a maldade,
raiz de toda a perversidade do mundo.
É o dinheiro.”
o lindo josé datrino na passeata dos 100 mil em 1968, foto de evandro teixeira
o lindo josé datrino na passeata dos 100 mil em 1968, foto de evandro teixeira
** nota 1 
[Só soube agora que o Pitaguy operou o Niki Lauda. Ele queria fazer toda a reconstrução cosmética mas o Niki achou que era besteira, só fez a cirurgia mínima pra continuar vivo. PS. quem não viu Rush, veja, mesmo se não achar a menor graça em fórmula 1, feito eu]
** nota 2
Não vou dizer que sou tarado por obituários, mas passei a lê-los com mais atenção depois de descobrir que são encomendados antes da morte dos ilustres, para que estejam prontos tão logo os editores precisem deles. Ou seja, aquele bolão anual de mortes prováveis existe nas redações desde 1900 e bolinha.
+++
Gentileza Gera Gentileza é fácil. Grosseria Gera Gentileza é que é difícil.
Leituras
Dois textos excelentes que foram indicados na newsletter (ótima, assinem) da Anna Vitória Rocha: As mulheres de John Hughes, “desconstrói minuciosamente as personagens femininas dos filmes do John Hughes, em especial as interpretadas pela Molly Ringwald”, e Barb, a melhor personagem de Stranger Things: “somos todos Barb”.
[aliás, acho um desperdício que ainda não tenham feito no Brasil um festival John Hughes, filmografia de sessão da tarde que formou caráter de muitos aqui]
é aqui que gostam de putaria? então me chupa com amor
Rio 2016
Bill Murray postou a antiga piada que todas as competições olímpicas deveriam ter uma pessoa comum na disputa, só pra gente ter como referencial cômico. Já vi isso duas vezes, uma foi a sobreposição dos sprints de 40 jardas entre 3 jogadores da NFL e um comentarista da ESPN. A outra foi o programa do Shaquille O'Neal onde ele desafiou diversos atletas cada qual em suas modalidades. A disputa dele com o Michael Phelps é algo assim absurdo. Tipo, nem dá.
os vídeo-comparações entre as olimpíadas de antigamente e atuais também são ótimos: how do olympians keep improving e gymnastics isn’t what it used to be
incrível esse gráfico do recorde mundial da Katie Ledecky
as brutas também amam: Lidia Valentín medalha de bronze no levantamento de peso
na vida eu só desejo ser Fu ou 
O “lado bom” das Olimpíadas: as histórias de vida dos atletas
O brasileiro está extravasando na Olimpíada mas parece que o mundo não está gostando muito
Teremos ao final das Olimpíadas uma encruzilhada difícil para todos brasileiros: ou Galvão Bueno se aposenta ou vai pra Record
Comemorar a vitória da Rafela Silva é fácil. Difícil é se perguntar: quantas pessoas você já não atrapalhou no meio de uma corrida?
Please, Michael Phelps, Stop Cupping: por que os hematomas redondos espalhados nos corpos dos atletas são ruins para a ciência ocidental
vocês tão curtindo minha série moreno 2020 né? lá vai mais: esse sou eu nas olimpíadas de inverno; eu no levantamento de peso; eu novamente nos saltos ornamentais; eu no salto em altura (salto na vara, dizem as más línguas)
bj migas
bj migas
Did you enjoy this issue?
moreno [newsletter]

quando faço 3 gols peço chatuba de mesquita

If you don't want these updates anymore, please unsubscribe here
If you were forwarded this newsletter and you like it, you can subscribe here
Powered by Revue