Imagina só

Contos, causos e ensaios com manchas de dendê. Uma história inédita por mês e o que mais ocorrer (ou não) nas outras semanas.

Contos, causos e ensaios com manchas de dendê. Uma história inédita por mês e o que mais ocorrer (ou não) nas outras semanas.

By subscribing, you agree with Revue’s Termos de Uso and Política de Privacidade and understand that Imagina só will receive your email address.

17

edições

#17・

Pra entender o Erê, tem que tá moleque

Mesmo que o calendário diga que é Setembro, todos os baianos se referem a este como o mês do Caruru dos Sete Meninos ou de Cosme e Damião se você for afeito ao sincretismo religioso. Hoje não vou entrar na discussão sobre o que, no fundo, no fundo, representa…

 
#16・

Mudanças, a fama e a mentira de Érica

Pois bem, a última edição da newsletter foi lida pela pessoa que é a responsável direta pela criação desse cantinho aqui. Foi com o seu curso na Domestika — nem preciso dizer que recomendo bastante — que cheguei a este projeto. Além de conversar comigo no tui…

 
#15・

Imagina só - Laranja

Analista de Sistemas, Programador, Desenvolvedor de Software, etc.Em alguma terça-feira do início deste século, em meu primeiro emprego com carteira assinada numa empresa de Consultoria de TI daqui de Salvador, um colega imprimiu (ele era audacioso, usava imp…

 
#14・

É proibido beber (água)

“Estou atrapalhando o seu pedal.”Já perdi a conta de quantas vezes ouvi isso. Não, ninguém atrapalha meu passeio, pois é isso que faço quando saio para andar de bicicleta pelas ruas, becos e ‘ladeirinhas’ de Salvador. Vou na paz de Jah, sem pressa, sem metas,…

 
#13・

Eles sempre voltam

As cidades espalhavam-se ao redor de estradas empoeiradas como lápides esperando por nomes. Subindo ou descendo pelas crateras que um dia foram uma rodovia bastante movimentada, tudo era igual: Pessoas infiéis e trabalhos indignos. Evelyn sabia que era apenas…

 
#12・

Imagina só - Minhas leituras do 1º quadrimestre de 2022

Não estou procurando bater meta alguma, tenho tido uma abordagem mais tranquila em relação às minhas leituras e, por incrível que pareça, isso tem me ajudado a ler mais. Claro, adicione a isso o fato de estar me forçando a ficar um pouco longe do celular chor…

 
#11・

Imagina só - Ciclista ou Pokémon?

“...Não há mais festa, nem carnavalAcho que eu fui enganadoMe diga as horas, eu vou emboraHoje eu tô atrasado…”(Hoje, Camisa de Vênus)

 
#10・

Caixa de Lápis de Cor - O homem da pá

Já tinha passado da hora de voltar para casa quando ouvi os primeiros gritos. Algumas vozes familiares se sobressaiam ao que parecia ser apenas mais uma das corriqueiras confusões que aconteciam no início dos anos 1990 no Parque Júlio César em Salvador. Em me…

 
#9・

[Waterhorto] - Zona Azul

A ferrugem descascava nos ferros tortos dos escombros do prédio que estava sendo engolido, sem pressa, pelo mar. Apenas o último andar do edifício estava acima da linha do oceano e o vento assobiava por detrás do que sobrara da construção que, aos olhos de Sa…

 
#8・

Caixa de Lápis de Cor - Verdade verdadeira

A sandália girou sobre a mesa um par de vezes antes de parar apontada para Marcos. Camila deu um sorriso de canto de boca e piscou com seu olho esquerdo enquanto Patrícia e Danilinho suspiravam aliviados por não terem sido os escolhidos para sofrerem algum ti…

 
#7・

Imagina só - Melhores leituras de 2021

O skoob, minha rede social preferida — mané Goodreads — fez o resumo das minhas leituras no ano passado e fiquei surpreso com o meu total de 35 livros. A maioria deles foram ebooks, mas mesmo assim a quantidade de livros 'físicos' que li foi considerável tend…

 
#6・

Um Natal da Disgraça

“Um calor da desgraça e vocês querem uma história de natal?”“🙃”“Sentido zero!” “🎅🏾”Da lista infinita de coisas que irritavam Miguel, a forma como as pessoas se comunicavam no grupo de trabalho era uma das principais. Como se já não bastasse morar de favor na …

 
#5・

Imagina só - Edição Nº5: Valentina e o robô sincero, parte 2 de 2

Valentina mal teve tempo de arrumar a mesa e a parede da sala estampou a imagem de sua amiga. As duas se pareciam muito, a diferença era que Suzana Oliveira era um pouco mais alta e não pintava os cabelos grisalhos. Quando as duas andavam juntas, algumas pess…

 
#4・

Imagina só - Edição Nº4: Valentina e o robô sincero

Valentina precisou pôr seus óculos multifocais para acreditar no que estava vendo. O visor projetado na parede do seu quarto apresentava um anúncio municipal registrado em seu nome, esperando a confirmação de recebimento. “Mensagem”, ela falou com uma voz rou…

 
#3・

Waterhorto: O tempo de Jéssica - parte 2 de 2

Quando Jéssica saiu do banho, ela nem notou que Rebeca não estava mais em casa e seguiu no seu ritmo, que era só um pouco mais veloz que o do meio-campo do Vitória. A cama vazia não foi o suficiente para tirá-la do transe que ficava em momentos como aquele. O…

 
#2・

Waterhorto: O tempo de Jéssica - parte 1 de 2

Seis horas parecia tempo suficiente para arrumar duas ou três malas e partir em direção à BR-324. Salvador havia se tornado àquela altura quase uma cidade fantasma e, por isso, Jéssica não se preocupou em deixar tudo para a última hora, “vai dar tempo”, ela r…

 
#1・

Imagina só - Dados, canibalismo e um monte de ideias

Comecei a escrever na internet poucos anos após o bug do milênio, um evento que gerou filmes ruins, pautas para noticiários, sobrecarga de trabalho para alguns programadores e fez os estadunidenses correr feito loucos em supermercados para se abastecerem ante…