Ver perfil

Centro de Inteligência Artificial (C4AI) - Equipe de Humanidades - Newsletter - Edição Nº7

Centro de Inteligência Artificial (C4AI) - Equipe de Humanidades - Newsletter
Centro de Inteligência Artificial (C4AI) - Equipe de Humanidades - Newsletter - Edição Nº7
Estamos de volta com sugestões do que ler, assistir e ouvir, além de oportunidades na área. Talvez o maior acontecimento de AI no mundo, nesse primeiro trimestre de 2022, tenha sido o relatório da OCDE sobre a taxonomia de risco para diferentes segmentos e aplicações de AI. Foi publicado em 17 de fevereiro.
A nova edição do AI Index da Universidade de Stanford que mede tendências é outro destaque importante. O AI Index é uma iniciativa independente do Stanford Institute for Human-Centered Artificial Intelligence (HAI).
A recente edição inclui, entre outros dados, um novo estudo de pesquisadores de robótica em todo o mundo, dados sobre registros de legislação global de IA em 25 países e um novo capítulo com uma análise aprofundada das métricas técnicas de ética em IA.

Agende-se
Accountability algorítmica e políticas públicas: oportunidades e desafios no caso brasileiro
 A primeira mesa redonda de 2022 do desafio de Humanidades do Centro de Inteligência Artificial - C4AI
 28 de abril -  14h às 16h
Palestrantes
Manoel Galdino (Transparência Brasil) - Apresentação do relatório “Uso de inteligência artificial pelo poder público” 
Cristina Godoy (FD USP Ribeirão; C4AI USP-FAPESP-IBM)
Moderação 
Rodrigo Brandão (C4AI USP-FAPESP-IBM; IEA/OIC-USP)
O uso da Inteligência Artificial (IA) para a formulação e implementação de políticas públicas demanda cuidados – seja com a proteção de dados pessoais, seja com a tomada de decisões sensíveis pelo poder público, como, por exemplo, a suspensão de benefícios sociais a um determinado indivíduo. Os mecanismos para endereçá-los são tão recentes quanto diversos. Entre eles, estão, por exemplo, a publicação de orientações sobre o uso da IA pelo setor público, a realização de avaliações de impactos algorítmicos, e o banimento temporário de aplicações específicas de IA, como os sistemas de reconhecimento facial. Nesse contexto, cabe indagar: no caso brasileiro, quais estratégias têm sido adotadas por diferentes stakeholders para que os benefícios da IA sejam maximizados e seus riscos, diminuídos? Qual o papel da LGPD na construção e implementação dessas estratégias? Esses são alguns dos desafios que enfrentaremos neste seminário. 
Transmissão no canal do C4AI 
Interação humano-algoritmo é o tema de Virgílio Almeida na Cátedra Oscar Sala
Virgílio Almeida
Virgílio Almeida
A compreensão dos impactos sociais, políticos e econômicos dos algoritmos, sejam eles positivos ou negativos, é um desafio de pesquisa e um tema de relevância para a construção de mecanismos de governança e políticas públicas, de acordo com o cientista da computação Virgílio Almeida, que tomará posse no dia 25 de abril, às 14h30, como novo titular da Cátedra Oscar Sala. Ele assume no lugar de Lucia Santaella. A cerimônia será transmitida ao vivo pela internet [clique aqui para se inscrever].
A cerimônia de posse terá abertura do coordenador acadêmico da cátedra, Eugênio Bucci, e falas do diretor do IEA, Guilherme Ary Plonski, do coordenador do CGI.br, José Gustavo Sampaio Gontijo, e de Lucia Santaella, titular de abril de 2021 a abril de 2022. 
“A hipótese do neo-humano. A sétima revolução cognitiva do Sapiens”
“No ponto de desenvolvimento da ciência, do conhecimento e da tecnologia em que estamos, embora continuem necessariamente existindo especializações, a emergência da Inteligência artificial (IA) e seus sucedâneos está provocando verdadeiras simbioses entre aquelas que tradicionalmente eram chamadas de ciências, tecnologias e culturas hard, de um lado, e humanidades e culturas soft, de outro” (Lucia Santaella).
Assista a conferência do balanço da gestão de Lucia Santaella, que é integrante do C4AI.
A Hipótese do Neo-humano. A Sétima Revolução Cognitiva do Sapiens
A Hipótese do Neo-humano. A Sétima Revolução Cognitiva do Sapiens
CHAMADA de TRABALHOS
Summer Institute in Computational Social Science
Inscrições até 25 de abril
De 6 a 16 de junho de 2022, acontece na Universidade de Bolonha e é patrocinado pelo departamento de Ciências Sociais e Políticas da UB. O objetivo do Summer Institute é reunir estudantes de pós-graduação, pesquisadores de pós-doutorado e professores interessados ​​em ciências sociais computacionais. O Summer Institute é para cientistas sociais e cientistas de dados. Acesse mais informações
HICSS-56 - Hawaii International Conference on System Sciences
15 de junho: último dia para submissão do artigo (em inglês); 17 de agosto: notificação de aceitação; 4 de setembro: último dia para envio das versões revisadas dos artigos 
Exemplos de trilhas de submissão
IA e o Futuro do Trabalho; Oportunidades e desafios no metaverso; Responsabilidade, avaliação e obscuridade dos algoritmos de IA; Robôs sociais - robótica e computação de brinquedos; Estudos Críticos e Éticos de Mídias Digitais e Sociais; Cultura, Identidade e Inclusão; IA no Governo
Verifique outras trilhas e instruções para autores 
Iberamia’2022 17th Ibero-American Conference on Artificial Intelligence
Cartagena de Indias, Colombia
23-25, Novembro, 2022 e contato 
29 de maio: último dia para submissão de artigos (em inglês); 17 de julho: notificação de aceitação e 7 de agosto: último dia para envio das versões finais dos artigos
Alguns dos tópicos de interesse: 
IA na Educação, Sistemas Tutores Inteligentes; IA para o bem social; Sistemas de recomendação; Teoria dos Jogos e Entretenimento Interativo; Aspectos Humanos em IA, Computação Afetiva; Interação homem-computador inteligente; Engenharia do Conhecimento. Representação do Conhecimento. Raciocínio. Argumentação; Aprendizado de Máquina. Aprendizado Profundo; Mineração de dados. Reconhecimento de padrões; Impacto social da IA, Ética e IA. IA confiável e explicável; Aplicações de IA e Transferência de Tecnologia; Inteligência Artificial Verde e Sustentável.
Diretrizes para submissão de artigos e sistemas de submissão  
11th Brazilian Conference on Intelligent Systems (BRACIS)
Campinas, SP, Brasil, Outubro 24 - 27, 2022
31 de maio: último dia para submissão de artigos (em inglês); 30 de julho: notificação de aceitação e 20 de agosto: último dia para envio das versões revisadas dos artigos
Alguns dos tópicos de interesse:
Modelagem cognitiva e interação humana; Representação do conhecimento e raciocínio; Ontologias e web semântica; Multidisciplinaridade em inteligência artificial e inteligência computacional; IA centrada em humanos; Ética em IA
*Website ainda em construção
12th International Conference on Methodologies and Intelligent Systems for Technology Enhanced Learning
O MIS4TEL 2022 será realizado em L'Aquila (Itália) de 13 a 15 de julho de 2022
A conferência será híbrida, o que significa que também será organizado participação/apresentação remota para quem não puder estar em L'Aquila.
Prazo de submissão: 29 de abril; Notificação de aceitação: 30 de maio e Papers prontos: 17 de junho 
PARA PARTICIPAR
Os eixos temáticos para discussão incluem os seguintes temas: Conceitos, compreensão e classificação de inteligência artificial; Impactos da inteligência artificial; Direitos e deveres; e Accountability, governança e fiscalização.
As contribuições deverão ser enviadas para o email cjsubia@senado.leg.br ou para o Protocolo do Senado Federal (Ala Senador Alexandre Costa, Sala 15, subsolo). Fonte: Agência Senado 4 abril
OUÇA
Inteligência Artificial e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Para refletir sobre como a Inteligência Artificial pode ajudar a sociedade a alcançar os diferentes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O Brasil ODS – Observatório na Brasil Atual é um programa do Observatório do Terceiro Setor transmitido todas as quintas-feiras, às 9h, pela Rádio Brasil Atual
ASSISTA
O uso da inteligência artificial pelo setor público brasileiro
Laboratório Social - Palestra do dia 4 de fevereiro
Aula Aberta: O uso da Inteligência Artificial no setor público brasileiro
Aula Aberta: O uso da Inteligência Artificial no setor público brasileiro
A atividade teve como principal objetivo apresentar exemplos de aplicações de Inteligência Artificial, utilizadas pelo setor público brasileiro, direcionadas para a formulação e a implementação de políticas públicas em diferentes áreas; bem como discutir as implicações éticas e teóricas desses usos.
Regulating Artificial Intelligence (AI) in Brazil: A Non-Existent Agenda? - The case of facial recognition systems at the state level
Apresentação de trabalho - 7 de abril
Autores: Rodrigo Brandão (C4AI USP-FAPESP-IBM e OIC-IEA-USP) e Aymê Brito (USP)
O setor público brasileiro vem utilizando sistemas de reconhecimento facial (RF) com frequência, o que coloca a seguinte questão: os legisladores do país estão cientes dos riscos sociais dessa tecnologia? Para responder a essa pergunta, analisamos documentos textuais sobre sistemas de RF produzidos em três assembleias estaduais. Com base nesses casos, a resposta à nossa pergunta parece ser “não”, o que representa uma falta de esforços em nível estadual para responsabilizar a Administração Pública pelos usos que ela faz de sistemas de RF.
“O desenvolvimento de infraestruturas de avaliação e circuitos de retroalimentação digital oferece oportunidades à esquerda para que proponha melhores processos de descoberta, melhores soluções para a complexidade da organização social em ambientes em rápida transformação e melhores correspondências entre produção e consumo do que a concorrência no mercado e o sistema de preços poderiam fornecer”.
OPORTUNIDADES
Pós-Doutorado em Estudos Sociotécnicos da Robótica
O projeto Living and Working with Robots (LWR) na UT Austin convida inscrições para um pós-doutorando que conduz pesquisas sociotécnicas na interseção de tecnologias emergentes e comunidades do mundo real. Como um projeto de pesquisa central do Good Systems Research Grand Challenge , a missão do projeto LWR é construir e estudar sistemas robóticos projetados para beneficiar as comunidades específicas em que estão implantados. O pesquisador selecionado se tornará um membro valioso de nossa equipe multidisciplinar, supervisionada pelo co-líder da LWR Dr. Elliott Hauser da School of Information. A remuneração inclui salário, benefícios e apoio generoso para pesquisas e viagens.
Instruções de aplicação
Começaremos a analisar as inscrições em 1º de maio de 2022 para uma data de início prevista de 1º de setembro de 2022 ou conforme negociado com o candidato selecionado. Por favor, inscreva-se através da página Interfolio. Perguntas sobre a vaga ou o processo de inscrição devem ser direcionadas ao Dr. Elliott Hauser ( eah13@utexas.edu )
Ada Lovelace Institute
O Instituto Ada Lovelace abriu uma vaga de pesquisador sênior para usos de IA e dados no setor público. Esta função conduzirá um programa de trabalho que analisará como instituições do setor público no Reino Unido e no exterior usam tecnologias para a prestação de serviços públicos. Para mais informações, visite a página de empregos
Desafio colaborativo impulsiona uso da inteligência artificial nas redações da América Latina
Meios de comunicação jornalísticos da América Latina tiveram uma participação destacada na iniciativa global Collab Challenges 2021, na qual desenvolveram projetos colaborativos baseados em inteligência artificial que estão contribuindo para disseminar conhecimento sobre essa tecnologia.
Os veículos das Américas desenvolveram três projetos: DockIns, uma plataforma de machine learning para entender e processar grandes quantidades de documentos; o Monitor do Discurso Político Misógino, aplicativo e API que detecta discursos de ódio contra mulheres na internet em espanhol e em português; e From Above, um guia técnico sobre como usar a inteligência artificial para identificar histórias em potencial em imagens de satélite.
Em 7 de abril, o JournalismAI anunciou que, para este ano, escolherão outros 20 profissionais de mídia das regiões da Europa, Ásia-Pacífico e Américas que tenham experiência em inteligência artificial para desenvolver projetos que ajudem a potencializar os alcances do jornalismo.
Cada equipe receberá apoio financeiro, além de orientação e treinamento de especialistas da comunidade JournalismAI. Os interessados ​​no programa, que vai de junho a dezembro de 2022, devem se inscrever até 17 de maio (Latam Journalism Review)
Institute for Rebooting Social Media Assembly Fellowship no Harvard Berkman Klein Center
O Institute for Rebooting Social Media do Harvard Berkman Klein Center lançou recentemente uma chamada para Assembly Fellows. Esta bolsa financiada (outubro de 2022 a abril de 2023) reunirá profissionais de todos os domínios (política, engenharia, ativismo social etc.) para construir protótipos tangíveis que demonstrem o que poderia ser um ecossistema de informações on-line saudável. Os RSM Assembly Fellows estarão em comunidade com os RSM Visiting Scholars colocando teoria e pesquisa aplicada em diálogo.
LEITURAS
The Beauty Everywhere: How Aesthetic Criteria Contribute to the Development of AI
Proceedings on “I (Still) Can’t Believe It’s Not Better!” at NeurIPS 2021 Workshops, PMLR 163: 69-74, 2022
Paulo Pirozelli e João FN Cortese
“Beleza” é uma palavra bastante disputada na filosofia e na arte; é uma palavra que aparece também com frequência nos debates científicos. Mas qual é o papel da beleza na ciência e como ela pode ser útil para a inteligência artificial (IA)? Neste artigo, argumentamos que o progresso científico depende da diversidade no julgamento dos cientistas, algo que só é possível porque múltiplos valores estão envolvidos na avaliação de teorias. Particularmente importantes dentro desses critérios de avaliação são aqueles relacionados à estética, como simplicidade, consistência, amplitude e fertilidade. Defendemos que a IA deve ser menos focada na precisão e em métricas relacionadas e, em vez disso, buscar integrar medidas epistêmicas relacionadas a esses conceitos estéticos.
Digital Socialism?
Está disponível em português o texto Socialismo Digital, O debate sobre cálculo na era do big data
de Evgeny Morozov, publicado na New Left Review.
Morozov
Morozov
Pode ser usado para coisas boas, mas é possível usar também para deepfakes
Conheça DALL-E, o A.I. que desenha qualquer coisa ao seu comando
No OpenAI, um dos laboratórios de inteligência artificial mais ambiciosos do mundo, apoiada por um bilhão de dólares em financiamento da Microsoft, pesquisadores estão construindo uma tecnologia que permite criar imagens digitais simplesmente descrevendo o que você deseja ver. Denominaram DALL-E em alusão tanto a “WALL-E”, o filme de animação de 2008 sobre um robô autônomo, quanto a Salvador Dalí, o pintor surrealista. Alex Nichol, um dos pesquisadores por trás do sistema, demonstrou como ele funciona. Quando ele digitou “gatos jogando xadrez”, apareceu a imagem de dois gatinhos fofos de cada lado de um tabuleiro de jogo xadrez com 32 peças de xadrez alinhadas entre eles. Mas para muitos especialistas, DALL-E é preocupante. À medida que esse tipo de tecnologia continua a melhorar com o uso, dizem eles, pode ajudar a espalhar desinformação pela internet, alimentando o tipo de campanha on-line que pode ter ajudado a influenciar a eleição presidencial de 2016 (com informações do The New York Times. Do original Meet DALL-E, the A.I. That Draws Anything at Your Command By  Cade Metz. 6 abril
NO PRELO
Só para lembrar que em ano eleitoral, as deepfakes vão reinar
Um dos principais hits dos Stranglers
Dave Brubeck - Golden Brown
Dave Brubeck - Golden Brown
Tuitadas
Cory Doctorow
Undetectable backdoors for machine learning models: Classifiers considered harmful.

https://t.co/Ojz966mqAK 3/ https://t.co/fN1cnOmWnt
Siga-nos
Contato
C4AI – Humanidades – USP: c4ai-humanities@usp.br
C4AI
Centro de Inteligência Artificial (Center for Artificial Intelligence – C4AI) tem o compromisso de desenvolver pesquisas no estado da arte em Inteligência Artificial (IA), explorando tanto aspectos básicos quanto aplicados nesta área. Com suporte da IBM e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), o C4AI também desenvolve estudos sobre o impacto social e econômico da IA e conduz atividades de disseminação de conhecimento e transferência de tecnologia, procurando formas de melhorar a qualidade de vida humana e incrementar diversidade e inclusão.
O C4AI foi estabelecido em 2020 por meio de significativo aporte da IBM e FAPESP. A instituição sede é a Universidade de São Paulo (USP), operando em parceria com as instituições associadas ITAPUC-SP e FEI. A USP dá suporte a pessoal e espaço para o C4AI de forma a corresponder aos aportes feitos.
Curtiu essa edição?
Centro de Inteligência Artificial (C4AI) - Equipe de Humanidades - Newsletter

Centro de Inteligência Artificial (C4AI) - Equipe de Humanidades

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Centro de Inteligência Artificial (C4AI) - Equipe de Humanidades - Newsletter via Revue.
Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 370 - Butantã, São Paulo, SP - Brasil - 05508-020