View profile

☕ Café com Satoshi #18: Carpe Millenium ⏳

⏰ Falta poucos milhares de dólares para superarmos a marca de U$ 1 bilhão já pagos a mineiros em taxa
☕ Café com Satoshi #18: Carpe Millenium ⏳
By Paradigma • Issue #17 • View online
⏰ Falta poucos milhares de dólares para superarmos a marca de U$ 1 bilhão já pagos a mineiros em taxas transacionais, na rede do $BTC.
Falta 1 dia até que o bitcoin de número 18.000.000 seja minerado.
Serão +3 anos até vermos o bitcoin 19M ser minerado. O nº 20M levará outros 4 anos.
O nº 21M jamais será minerado (há um limite técnico, logo abaixo disso).
A inflação se tornará irrisória (pouquíssimas moedas novas, em comparação com as que já estão em circulação). E a escassez do dinheiro mais forte que já foi inventado será cada vez mais evidente - mesmo aos olhos de quem não liga para finanças.

💪 Dinheiro Forte vs. Dinheiro Fraco
De modo geral, dá pra enquadrar ativos em 2 grupos: aqueles que tendem a apreciar com o tempo, e aqueles que tendem a depreciar.
Itens colecionáveis e imóveis são exemplos do primeiro. Bens de consumo e commodities abundantes são exemplos do segundo.
O mesmo vale para o dinheiro. O valor real de algumas formas de dinheiro tende para cima… e o de outras, para baixo. Isto tem influência importante na maneira como uma dada população se comporta.
Não precisa nem ir tão longe para encontrar exemplos. Você já deve ter ouvido de alguém mais velho que, quando a hiperinflação assolava o Brasil, era comum que as famílias corressem para fazer as compras do mês assim que o salário caísse.
Em outras palavras: gastar logo, antes que o dinheiro perca valor (e que os preços dos produtos sejam remarcados nas gôndolas).
Remarcação diária de preços nos anos 80. Se seu dinheiro perde 2% do valor por dia… existe alguma razão para poupá-lo, em vez de gastar o quanto antes?
Remarcação diária de preços nos anos 80. Se seu dinheiro perde 2% do valor por dia… existe alguma razão para poupá-lo, em vez de gastar o quanto antes?
🏦 Bitcoin é uma Tecnologia de Poupança
Um exemplo atual de dinheiro fraco é o bolívar venezuelano.
Um exemplo atual de dinheiro forte é o bitcoin.
Depois de ler a anedota acima, você já sabe o que a diferença entre os dois tipos acarreta na cabeça de quem os usa.
Dinheiro fraco estimula a gastança, e incita o imediatismo.
Dinheiro forte incentiva a poupança, e estende o horizonte temporal de quem usa.
Como dizem por aí, o bitcoin é o dinheiro mais forte que já existiu. Nenhum indivíduo, ou esforço produtivo, consegue acelerar o ritmo de criação de novos bitcoin (diluindo os que já existem). A moeda é intrinsecamente rara (escassa). E este atributo está solidificado em um código extremamente difícil de mudar.
Dinheiros fracos são o oposto. Políticos alteram os códigos que os regem, a toda hora (lembra dos tais “instrumentos de política monetária”?). Bancos centrais aumentam e diminuem a quantidade de moeda em circulação, a seu bel prazer.
Pois o Bitcoin subverte a relação que nos acostumamos a ter com o valor e o tempo.
Qualquer pessoa que guardou $BTC por no mínimo 3 anos viu seu poder de compra crescer. Não importa o momento de entrada: em qualquer janela de 3 anos desde 2009, a performance do $BTC contra dinheiros de papel foi sempre positiva (apesar de todas as oscilações no caminho). Se você guardar $BTC e tiver paciência, a estatística está do seu lado.
A questão é: quem, dentre nós todos, aprendeu a ter toda essa paciência com dinheiro?
🍃🍂 Carpe Millenium
Preferência temporal é um conceito econômico importante. Trata-se da taxa pela qual descontamos o futuro no presente.
Se você puder receber um presente hoje, ou daqui a 5 anos… o que escolheria?
Hoje, claro. Nossa vida é finita. O futuro, incerto. E os ativos que nos cercam costumam perder valor com o tempo.
Preferência temporal costuma ser positiva em quase todo caso (um pássaro na mão hoje vale mais que o mesmo pássaro na mão amanhã). Mas varia, em grau, entre diferentes pessoas.
Quem tem baixa preferência temporal olha para longos horizontes. Quem tem alta preferência temporal quer resultados agora.
Isso não vale só para questões financeiras.
Exemplo de baixa preferência temporal: optar pela criogenia após a morte - congelar e suspender o corpo até que a medicina, 100-200 anos adiante, resolva seus problemas de saúde.
Exemplo de alta preferência temporal: entupir-se de doces e açúcar em qualquer festa open bar, literalmente como se não houvesse amanhã.
Não existe certo ou errado. Pecado é não exercitar a consciência sobre este tema.
Como anda a sua preferência temporal?
🏃 Rapidinhas

  • Telegram em maus lençóis: a SEC oficialmente proibiu a distribuição de tokens TON para investidores americanos (que compraram 25% da oferta bilionária, no ano passado). Fundos como Benchmark, Sequoia e Lightspeed agora aguardam de mãos amarradas, para ver seu dinheiro de volta, ou então encontrar alguma solução ao litígio.

  • Moeda do Facebook virando pó: Zuckerberg formou uma associação com 20 e poucas titãs da tecnologia para lançar sua moeda, Libra. Semana passada, o Senado Americano enviou uma ameaça mafiosa, pelo correio, aos CEOs dessas empresas parceiras. Um quarto delas já pularam fora da iniciativa, incluindo Visa, PayPal, Mastercard e Mercado Pago.
Trecho de cartinha enviada ao CEO do Stripe, ex-parceiro da Libra. Qualquer semelhança com uma ameaça mafiosa não é mera coincidência.
Trecho de cartinha enviada ao CEO do Stripe, ex-parceiro da Libra. Qualquer semelhança com uma ameaça mafiosa não é mera coincidência.
📚 Leitura Recomendada

  • 📺 Bitcoin Transaction Monitor (0xB10C): um visualizador lindo e prático para acompanhar taxas médias e padrões de transação no Bitcoin.


  • ☢️ Machine Vision + Ondas de Rádio para Visão de Raio-X (MIT Technology Review): revelado algoritmo que usa ondas de rádio em vez de luz visível para detectar movimento através de paredes. A tecnologia pode ser usada para se fazer raios-x menos invasivos (leia-se: que não te deixam pelados na tela do operador). Ou para vigiar atividade dentro de uma sala ou prédio, mesmo estando fora e distante.
Pesquisa da London School of Economics perguntou a milhares de internautas o quanto (U$) eles precisariam ser oferecidos para abrir mão do acesso a diferentes tipos de serviços online. Mecanismos de busca saíram-se campeões: >U$ 17.000 por ano.
Pesquisa da London School of Economics perguntou a milhares de internautas o quanto (U$) eles precisariam ser oferecidos para abrir mão do acesso a diferentes tipos de serviços online. Mecanismos de busca saíram-se campeões: >U$ 17.000 por ano.
Did you enjoy this issue?
Paradigma

☕ Café com Satoshi

If you don't want these updates anymore, please unsubscribe here.
If you were forwarded this newsletter and you like it, you can subscribe here.
Powered by Revue